O Ministério Público de Santa Catarina utiliza cookies para gerar informações estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e prestar os serviços online.
Respeitando seu direito à privacidade, em breve você poderá fazer a gestão dos cookies por ferramenta própria disponível no site.
Até a implementação da ferramenta, você poderá optar por impedir/modificar esse tratamento por meio das configurações do seu navegador.



Post

Dois fuzis apreendidos durante operação do GAECO que desarticulou organização criminosa especializada na modalidade "novo cangaço" foram doados à Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Rio do Sul e à Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE), unidades da Polícia Civil de Santa Catarina. A entrega foi formalizada na tarde desta quarta-feira (6/4), na sede do Grupo Regional de Blumenau do GAECO, o  Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas. 

A DIC recebeu um fuzil cal. 5.56mm, M4A2 plataforma AR-15, com 3 carregadores de mesmo calibre e a CORE um fuzil plataforma AR-10, calibre 7.62mm, com 4 carregadores de mesmo calibre. Essas foram as últimas doações realizadas por determinação judicial em Ação Penal proposta pelo Ministério Público de Santa Catarina.  O 10º Batalhão de Polícia Militar de Blumenau, o BOPE, a DIC de Blumenau já receberam  automóveis e armas de fogo também  apreendidos durante a operação. 

As doações foram determinadas pelo Juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Ituporanga na Ação Penal nº 5001174-10.2020.8.24.0035, que foi deflagrada pela 3ª Promotoria de Justiça de Ituporanga em decorrência de investigação realizada com o auxílio do GAECO - Grupo Regional de Blumenau, objetivando identificar integrantes de organização criminosa especializada no cometimento de roubos a estabelecimentos bancários e ônibus interestaduais, na modalidade conhecida como "novo cangaço", em Santa Catarina e no Paraná.

Em março de 2020, depois de concluída a primeira etapa da investigação, foi deflagrada operação que contou com a participação dos integrantes da referida Força Tarefa e também com Policiais do Núcleo de Operações Especiais da Polícia Rodoviária Federal, Policiais Militares do Batalhão de Operações Especiais - BOPE, da Agência de Inteligência de Blumenau e do Batalhão de Indaial, além de Policiais Civis da DIC de Blumenau, oportunidade em que foram presos 3 suspeitos, sendo um quarto morto em confronto com a Polícia, bem como apreendidas diversas armas de fogo, dentre fuzis, pistolas e revólveres, além de coletes balísticos, rádios, celulares, munições, 4 veículos e mais de R$ 90 mil em espécie.

Tal ação penal resultou na condenação, ainda não definitiva, de 4 integrantes dessa organização criminosa pela prática de crimes de roubo, porte de arma, organização criminosa, dentre outros delitos, cujas penas, somadas, resultaram em mais de 160 anos de reclusão, no regime fechado.

O ato de entrega dos dois fuzis contou com a participação do Coordenador e dos integrantes do GAECO - Grupo Regional de Blumenau, do Delegado de Polícia interino da CORE e do Delegado de Polícia da DPCAMI de Rio do Sul, representando a DIC e a Delegacia Regional de Rio do Sul, além de policiais civis das duas unidades policiais.