O Ministério Público de Santa Catarina utiliza cookies para gerar informações estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e prestar os serviços online.
Respeitando seu direito à privacidade, em breve você poderá fazer a gestão dos cookies por ferramenta própria disponível no site.
Até a implementação da ferramenta, você poderá optar por impedir/modificar esse tratamento por meio das configurações do seu navegador.



Post

Os Promotores de Justiça da área da saúde da Capital com atuação estadual,  o Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Institucionais, o Coordenador do Centro de Apoio de Direitos Humanos (CDH) e a  Coordenadora do Centro de Apoio da Moralidade (CMA) do Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) se reuniram, nesta segunda-feira (12/4), com a nova Secretária Estadual da Saúde, Carmem Zanotto. A conversa ocorreu durante  a tarde na sede do MPSC, em Florianópolis.

Durante o encontro, foi reforçada a disponibilidade do Ministério Público ao diálogo e cooperação institucional com as medidas necessárias ao enfrentamento da pandemia e detalhadas todas as medidas judiciais e extrajudiciais adotadas pela Instituição para o enfrentamento à covid-19 até o momento.

Os integrantes do MPSC compartilharam a preocupação com a  necessidade de se manter os estoques de kit de intubação e de intensificar as fiscalizações. Estiveram na pauta, também, a transparência e celeridade do processo de vacinação e a importância do compartilhamento de dados acerca da imunização contra a covid-19 com o MPSC.

Os Promotores de Justiça reforçaram a necessidade de suporte técnico das decisões do Executivo no combate à pandemia.

Zanotto se mostrou receptiva, informou que pretende seguir o Plano Nacional de Imunização (PNI) e explicou todo o trabalho que vem realizando para garantir a medicação do kit intubação. Também concordou com a necessidade de intensificar as fiscalizações.

Participaram da reunião os Promotores de Justiça  Luciano Trierweiller Naschenweng e Luiz Fernando Góes Ulysséa, o Coordenador do CDH, Promotor de Justiça Douglas Martins, a Coordenadora do CMA, Promotora de Justiça Lara Peplau, e o  Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Alexandre Estefani.