Post

Na manhã desta quinta-feira (29/02), o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), em apoio à 3ª Promotoria de Justiça de Ituporanga, realiza a segunda fase da "Operação Repasse".

Após a deflagração da primeira fase da operação, a equipe investigativa desvendou novos bens incorporados, em tese, ilicitamente ao patrimônio de suposta organização criminosa - investigada por possíveis estelionatos utilizando anúncios falsos na internet -, como um veículo automotor, duas embarcações e uma moto aquática.

Com o objetivo de resguardar o futuro ressarcimento de vítimas dos supostos crimes, foi pleiteada a medida cautelar de sequestro dos bens, deferida pelo juízo competente, juntamente com novas ordens judiciais de mandados de busca e apreensão domiciliares (em Araquari e Joinville), além do gravame de inalienabilidade das embarcações - que deverão permanecer depositadas na marina, até nova apreciação judicial sobre sua destinação, com a possível alienação antecipada de todo o patrimônio adquirido ilicitamente.


Post

Relembre a primeira fase da operação

Na primeira etapa, deflagrada em outubro de 2023, 33 mandados de prisão e 45 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em cidades catarinenses e paranaenses. Também foram objetos das buscas 14 veículos, a maioria importados e de luxo. Saiba mais aqui!

GAECO

O GAECO é uma força-tarefa composta, em Santa Catarina, pelo Ministério Público, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Penal, Receita Estadual e Corpo de Bombeiros Militar, e tem como finalidade a identificação, prevenção e repressão às organizações criminosas.