O Ministério Público de Santa Catarina utiliza cookies para gerar informações estatísticas de visitação, aperfeiçoar a experiência do usuário e prestar os serviços online.
Respeitando seu direito à privacidade, em breve você poderá fazer a gestão dos cookies por ferramenta própria disponível no site.
Até a implementação da ferramenta, você poderá optar por impedir/modificar esse tratamento por meio das configurações do seu navegador.




Uma simples, mas importante modificação foi introduzida no Portal da Transparência do MPSC: os nomes dos servidores responsáveis pela fiscalização dos contratos da Instituição passam a ser veiculados logo ao lado das informações gerais sobre o pacto - fornecedor, valor, número do contrato, entre outros dados. 

A alteração, realizada pela Gerência de Informações e Projetos (GEPROJ) da Coordenadoria de Planejamento (COPLAN), tem por objetivo aprimorar as ações internas de fiscalização dos contratos, de modo que todos os colaboradores do MPSC possam imediatamente reportar ao fiscal responsável qualquer impropriedade ou falha na execução dos contratos. A mudança foi uma solicitação da Secretaria-Geral do Ministério Público. 

"Esta é uma medida simples, mas muito importante, porque dinamiza nossos mecanismos internos de acompanhamento dos contratos. As queixas, reclamações e elogios poderão ser encaminhados diretamente aos fiscais do contrato, que, então, deverão adotar providências. Há alguns anos exigíamos medidas semelhantes dos gestores municipais em nosso Estado, e agora, com este passo, o MPSC concretiza avanço significativo com vistas a formas de gestão mais efetivas, transparentes e participativas", ressaltou o Secretário-Geral do MPSC, Samuel Dal-Farra Naspolini.  

Os gestores dos contratos podem ser vistos por este link